Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘lembranças’

h-ouse

perdi o hímen
ganhei os homens
fui possuída por inúmeros
hormônios

hospedo histerias
na memória
deixo evadir
as melhores histórias

sou hora agá
hipérbole
habitat

no menu de hoje
sou o hábito
que há

possuo humor
mal passado
hálito al dente
horror ao pacto
reticente

adoro um hífen
ace-bolado

 

 

valéria tarelho

Read Full Post »

zênite

lembrar-te
é uma conc-
reta arte

[est-
ética
à parte]

amei-te
abstrata-
mente
[es-
tática]

na tênue

v
e
r
t
i
c
a
l
m
a
do horizontem

valéria tarelho

Read Full Post »

interlúdio

há uma
loba lua
de língua lábil
a lamber
libido-lembranças
no lóbulo
do olvido

há uma
felina dúvida
que arranha
uma ursa sina
que abocanha
uma víbora sanha
assaz
tirana

duvido do bis
do vis-à-vis
da lábia vez
(au
daz)
que ainda uiva
idas luas
insinua
íntimas unhas
crava nu[n]cas
inocula
sua peçonha

façanhas
de um céu insone
sobre insignes
arranha-cios

 

 

 

valéria tarelho

Read Full Post »

digitais

em minhas viagens
:
paisagens exóticas
personagens eróticas
memórias

ReLeVoS
que jamais
revelei

valéria tarelho

publ. em 03/09/10, no poema curta-metragem

Read Full Post »

perene

há um rosto – vago –
gravado na minha rotina
um gosto saudoso
na ponta de todo dia
gestos que – penso –
conheço
como a palma de meus percalços
e faço dessas lembranças
poesia sem tino
escrita nas linhas baças
do meu desatino diário

quisera um solene basta
ao pé do olvido

perenne

hay un rostro – vago –
grabado en mi rutina
un gusto nostálgico
en la punta de todos los días
gestos que – pienso –
conozco
como la palma de mis percances
y hago de esos recuerdos
poesía sin tino
escrita en líneas apagadas
de mi desatino diario

quisiera un solemne basta
al pie del olvido

[poema: valéria tarelho
tradução: lorenzo pelegrin]

Read Full Post »