Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘DNA’

O homem certo
decerto não é esse
que amo a torto e a direito
com todos os seus efeitos

O homem a contento
por certo não é esse
que favoneia carícias
nos anéis de meus cabelos

Esse é o homem incerto
inserto em mim como um vício
ou um defeito genético

Esse é o homem inverso
revés do vento brando que invento
– Zéfiro ao avesso –

em XV antologia poética Hélio Pinto Ferreira, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo – SJCampos

em Escritoras Suicidas – ed 8 | jul/06

em DNA, edição da autora e do fanzine PNOB – 2005

Reverso

El hombre cierto
de cierto no es ese
que amo a torcido y derecho
con todos sus efectos

El hombre que contenta
por cierto no es ese
que dispensa caricias
en los anillos de mis cabellos

Ese es el hombre incierto
inserto en mi como un vicio
o un defecto genético

Ese es el hombre inverso
revés del viento blando que invento
– Zéfiro al reverso –

© Valéria Tarelho
tradução de Lorenzo Pelegrin

Read Full Post »

pródiga

a vida
pousa
a vida
pulsa
a vida
passa

avida_
mente

a vida se desgasta
e não poupa-nos
da paus/\______

no livro D.N.A.,
edição da autora e do Fanzine PNOB, 2005

em Germina Literatura – raros

Read Full Post »

so(m)bra

meu corpo
projeta vultos
do que fomos:

projetos incultos,
sobras obscuras,
escombros,
passado morto…

quando te pressinto
tão íntimo,
que dentro;
tão incontido,
que transborda,
me assombro.

também sinto medo
quando percebo sua sombra
batendo à minha porta
e a atendo.

no livro D.N.A.,
edição da autora e do Fanzine PNOB, 2005

em Escritoras Suicidas
ed. 12 | nov/2006

Read Full Post »

prefiro o gesto, à palavra
sou mais o não dito, subentendido
no jeito mundo que ele me toca

me toca fundo
essa cena muda

me deixa úmida
in loco

no livro D.N.A.,
edição da autora e do Fanzine PNOB, 2005

em Escritoras Suicidas, ed. 07 | jun / 2006

em Germina Literatura – raros

Read Full Post »

viúva negra

para cada boca
que me sorve
sirvo o mesmo veneno

vario
conforme o beijo
a dose de ar
cênico

vencedor do concurso “poema enxuto”, na comunidade homônima do orkut – 2005

no livro D.N.A.,
edição da autora e do Fanzine PNOB, 2005

em Germina Literatura – raros

Read Full Post »